Jump menu

Main content |  back to top

Esta parceria técnica foi desenvolvida nos últimos 11 anos e se tornou uma das mais fortes no mundo do motociclismo, tendo produzido 6 Títulos Mundiais do Superbike Riders e 9 Títulos de Fabricantes.

Em 2003, a Shell se juntou à Ducati no mais importante dos campeonatos de motociclismo, o MotoGP, e em 2007 ganhou o seu primeiro Campeonato Mundial de Riders, a primeira vez em 33 anos que um fabricante não-japonês venceu. No centro deste relacionamento está uma paixão por tecnologia.

O lubrificante para motores de corrida Shell Advance desempenha um papel completo tanto na alimentação quanto na proteção dos motores da Ducati no MotoGP. A mistura personalizada foi projetada para reduzir a fricção e aumentar a potência, bem como para manter o desempenho do motor e caixa de câmbio, ajudando a protegê-lo contra o desgaste de metal.

O lubrificante para motores de corrida Shell Advance foi otimizado para oferecer o desempenho máximo da Shell e liberar uma nova potência, enquanto mantém as suas propriedades protetoras ao longo de cada sessão nas pistas. 

Em 2011, 12 químicos, engenheiros e técnicos contribuíram para a parceria técnica da Shell com a Ducati Corse, investindo cerca de 2500 horas em pesquisa e desenvolvimento de combustíveis e lubrificantes vencedores de corrida para a Ducati Corse.

Com sede no Centro de Tecnologia da Shell no laboratório PAE, de Hamburgo, na Alemanha, e visitando regularmente a fábrica da Ducati na Bolonha, a Shell trabalha ao lado da Ducati para garantir que os combustíveis e lubrificantes de motores de corrida sejam otimizados para as suas motos no MotoGP, enquanto adere à legislação do campeonato.

"No MotoGP, o lubrificante de corrida tem três funções principais", explica o Gerente da Shell Desenvolvimento de Lubrificante e Gerente de Projeto da Ducati, Michael Knaak. "A primeira delas é reduzir a fricção e aumentar a potência.

A segunda função é manter o desempenho da caixa de câmbio. A terceira, e talvez a função mais importante, é a de proteger todas as partes móveis, garantindo que a moto seja confiável e atinja a linha de chegada, de preferência em primeiro lugar!"

A Shell está sempre trabalhando com a Ducati para fornecer um lubrificante que produz mais potência, enquanto mantém a confiabilidade. Este equilíbrio é importante, pois as regras de MotoGP determinam que cada equipe, incluindo a Ducati, só pode usar seis motores por temporada em 2011.

Alessandro Cicognani, Diretor de Projeto da Ducati Corse MotoGP, comenta:

"A parceria com a Shell está indo de vento em popa.   O Shell Advance é fundamental para oferecer a proteção que os motores necessitam em uma temporada exigente. O esforço exigido do motor é muito alto em uma corrida, por isso a contribuição da Shell para manter um alto desempenho do motor durante várias corridas será muito importante. "

O compromisso da Shell com a inovação através de automobilismo não é apenas vital para a Ducati Corse, mas também é parte integrante de uma extensa pesquisa e programa de desenvolvimento, o que é fundamental para a criação de melhores combustíveis rodoviários e lubrificantes para os motociclistas de todo o mundo.

Page Tools