Jump menu

Main content |  back to top

Participante da Rio Oil and Gas no stand da Shell

Participante da Rio Oil and Gas usa tela de touch screen da Shell

Interatividade e muita informação. Quem visitou o estande da Shell na 16ª Rio Oil & Gas pôde saber mais sobre grandes projetos da companhia - como o Parque das Conchas, na Bacia de Campos, e a FLNG Prelude, na Austrália - e aprender se divertindo.

Em cada um dos quatro dias do evento, houve várias sessões de um quiz sobre as atividades da Shell pelo mundo.

Perguntas sobre o número de países em que a Shell opera, quando começou a parceria com a Ferrari, onde fica a sede mundial da empresa e quais tecnologias foram inventadas pela companhia foram respondidas por centenas de visitantes.

Os três primeiros colocados em cada rodada ganharam de presente um livro sobre o projeto de monitoramento das baleias jubarte no litoral do Nordeste. Tanto a publicação quanto a iniciativa são patrocinadas pela Shell.

Em um telão multi-touch screen - acionado por cubos e também pelo toque com as mãos - era possível ver o protótipo da Prelude, a plataforma flutuante de GTL (gas-to-liquids), já em construção. Outras telas interativas mostravam o gás natural e seu processamento. A questão da mobilidade foi abordada por meio de vídeos.

Nos painéis e palestras, executivos davam um panorama das atividades da companhia. No primeiro dia da Rio Oil & Gas, o presidente da Shell Brasil Petróleo, André Araujo, falou sobre “O papel da indústria do petróleo na promoção do desenvolvimento econômico sustentável”. O vice-presidente executivo de Inovação e Pesquisa & Desenvolvimento, Gerald Schotman, abordou o tema “Reservas não-convecionais”.

No encerramento da feira, foi a vez de John Hollowell, vice-presidente executivo de Águas Profundas, abordar a “Segurança operacional offshore e seus impactos”.

Saiba mais

Saiba mais sobre a área de Upstream, focada na exploração e produção de petróleo e gás natural.