Jump menu

Main content |  back to top

Novidades e press releases

"L'illustre Molière" é a grande vencedora do 25º Prêmio Shell de Teatro de SP

Rio de Janeiro - Com três prêmios, o espetáculo “L´illustre Molière” foi o maior destaque do 25º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo. A peça ganhou em três das quatro categorias as quais estava concorrendo: Música, com Fernanda Maia; Figurino, com Zé Henrique de Paula; e Ator, com Guilherme Sant´Anna. A festa de premiação, que reuniu nesta terça-feira (12) importantes nomes da classe teatral na Estação São Paulo, em Pinheiros, foi apresentada pelas atrizes Nicette Bruno e Beth Goulart.

“Recusa” foi outro destaque da premiação deste ano, recebendo troféu nas categorias Direção, para Maria Thaís, e Cenário, com Márcio Medina. A grande homenageada da noite foi a camareira Ieda Ferreira como representante de uma imensa categoria de profissionais que não aparecem em cena, mas cujo trabalho é fundamental para todos os espetáculos. A atriz Nathalia Timberg subiu ao palco da Estação São Paulo para prestar a homenagem.

Premiação
O Prêmio Shell de Teatro é ponto de referência nos palcos brasileiros. Os vencedores de cada categoria recebem uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni, com a forma de uma concha dourada, inspirada na logomarca da Shell, e uma premiação individual de R$ 8 mil (oito mil reais).

Júri
A tarefa de escolher os melhores entre tantos excelentes trabalhos desenvolvidos nos palcos de São Paulo coube ao júri formado por Alexandre Mate, Carlos Colabone, Marici Salomão, Mario Bolognesi e Noemi Marinho.

Confira a lista completa dos vencedores do 25º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo:

 

Música
Fernanda Maia por “L´illustre Molière”

Iluminação
Guilherme Bonfanti por “Bom Retiro 958 Metros”

Figurino
Zé Henrique de Paula por “L´illustre Molière”

Cenário
Márcio Medina por “Recusa”

Categoria especial
Lume Teatro pelos 25 anos de trabalho permanente de pesquisa

Direção
Maria Thaís por “Recusa”

Autor
Alexandre Dal Farra por “Mateus, 10”

Ator
Guilherme Sant´Anna por “L´illustre Molière”

Atriz
Lavínia Pannunzio por “Um verão familiar”

Para imagens de divulgação do Prêmio, visite a sala de imprensa da Argosfoto.